Cântico Novo – Eliane Silva

Letra da canção Cântico Novo – Eliane Silva


Cântico Novo

O gigante da angústia, o monstro da tristeza, entra na gente sem confirmação
É de boca no pó, é joelho dobrado, é um pranto magoado rolando no chão
É uma porta fechada, é um gemido na alma, é uma voz cansada, um grito de socorro
Mas Deus disse: meu servo, Eu te digo logo coloco em teus lábios um cântico novo
Seja paciente, que chuvas de benção te tenho reservado
Saiba que por isso tenho te provado, pois quero te fazer um vaso de fogo
Como dono da vinha, escolho o melhor fruto,
Te tenho escolhido
Saiba que já tenho dentro do meu livro o teu nome escrito com letras de ouro
Como dono da vinha, escolho o melhor fruto.
Te tenho escolhido
Saiba que já tenho dentro do meu livro o teu nome escrito com letras de ouro
Erga a cabeça e sinta o meu ombro,continue chorando, estou a comtemplar
Pegue este manto, é puro linho branco,
Eu trouxe só para este pranto enxugar
É chuva de momento, é nuvem passsageira, mas em pouco tempo estará tudo bem
Pode o choro durar uma noite, mas pela manhã, a alegria vem